Gambira – Dicas de Compras, Cursos, Concursos e muito mais.

Como Restaurar um Casamento em Crise e Desgastado

Por com 2 Comentários

Como Restaurar um Casamento em Crise e Desgastado - Muitos reclamam do casamento e são várias as reclamações em conversas de amigas, bate papo em bares e em c...

É Possível Restaurar um Casamento em Crise e Desgastado?

“Eu, recebo-te por minha esposa a ti, e prometo ser-te fiel, amar-te e respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias das nossas vidas”.

São com essas palavras que muitos noivos prometem a felicidade um ao outro, em um momento tão sublime como a celebração do casamento. Com o passar dos anos, o peso da rotina e dos problemas diários acaba dando uma idéia de que as juras de amor eterno foram carregadas para nunca mais voltarem. Mas será mesmo que foram embora? Será que é impossível reacender a chama da paixão em uma união tão estável?

Muitos reclamam do casamento

São várias as reclamações em conversas de amigas, bate papo em bares e em consultórios psicológicos:  falta de dinheiro, desrespeito, rotina, filhos e traição. Foram por essas razões que a dona de casa Dalva Santana resolveu se separar do marido após sete anos de casada, com a primeira crise no casamento logo no primeiro ano. “Houve a separação por falta de maturidade, falta de grana, dois filhos e a responsabilidade caía sobre mim. O pai continuava sendo o ‘garotão’. Da minha parte veio junto a isso tudo o cansaço físico e mental. Com um ano de casada já apareceu o primeiro caso extra conjugal.”

Os problemas diários podem afetar a relação

Suportando a traição e ainda todos os percalços, Dalva seguiu em frente ainda por mais seis anos com o cônjuge Sérgio, ainda que seu amor por ele estivesse dia após dia morrendo aos poucos. Não era apenas a namorada que o marido tinha, mas também ele mesmo vivia cogitando a possibilidade de romper os laços matrimoniais. “Na verdade, ele sempre me ameaçou com a separação e quando eu tomei a decisão, ele não queria mais, mas houve o desquite”.

O fim do casamento

De repente, o estalo: aquele sentimento forte, unânime e maravilhoso parecia ter escorrido pelos dedos. Foi então que decidiu acabar com tudo e quem sabe, poderia arrumar um novo amor. “Separamos com sete anos de casados, ele foi para o Rio de Janeiro e fiquei com meus pais e meus filhos em Colorado, município no interior do Paraná”.

Depois de seis meses, a restauração do casamento

Essa situação permaneceu durante seis meses e nesse intervalo, só se viram duas vezes, o suficiente para ambos perceberem que ainda existia muito afeto envolvido. Segundo Dalva, muita coisa contou para que ela tomasse coragem de reconciliar, como os seus sentimentos, a cobrança dos filhos e a expectativa de morar na capital, onde poderia ter chances de arrumar um bom emprego e ser independente, mesmo casada. “Não conversamos muito antes de decidir a voltar, houve troca de cartas, alguns telefonemas e cheguei a conclusão que seria melhor, pois as crianças sentiam muita falta do pai, não tinham noção dos problemas.

Dei uma chance para nós todos, ciente de que se não desse certo, numa cidade grande eu teria oportunidade de trabalhar e criar meus filhotes”.

A restauração do casamento é válida se ainda existe amor

Na opinião dela, a reconciliação e a volta do casamento são válidas quando ainda existem o respeito, a compreensão, amizade, cumplicidade, responsabilidade e é claro, o maior de todos eles, o amor nos dois lados.

Assinar

Gostou desse artigo? Então se inscreva e receba várias novidades.

Contém 2 Comentários

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. mary helen disse:

    Boa noite, também estou passando por um momento bem difícil no meu casamento, me chamo Mary tenho 21 anos e meu esposo se chama Fernando e tem 25 anos, casamos muito cedo mas do dois lados queríamos nos casar. A gente vivia muito bem nos dávamos muito bem e depois veio um filho, mas o problema esta na minha família que ele não se da muito bem. Agora ele fala que se desse mais valor nele que era meu marido e menos em minha família as coisas estariam diferente eu dava mais importância a minha família do que nele mesmo, e se escutasse mais ele e menos os outros as coisas estariam diferente e diz que tudo que ele pôde fazer por mim ele fez, se rebaixou e engoliu muitas coisas por causa de mim só que nisso tudo muita coisa aconteceu e ele esta muito magoado e chateado comigo e com minha família ele já ate me disse que nao me ama mais, mas namoramos 4 anos e temos 3 anos de casados nisso são 7anos juntos e eu acredito que o amor dele não acabou assim não pra mim ele ta muito magoado e chateado com algumas coisas. No final do ano passado larguei ele sozinho e fui para a praia com minha família essa é uma magoa bem grande que ele tem de mim e me arrependo de muitas coisas que já fiz para ele mas é errando que se aprende né? Pois gostaria muito de restaurar meu casamento eu amo meu marido e sei que por mais que ele fale que não me ama mais, nem que seja só um pouco ele me ama sim, por que ninguém deixa de gostar assim da noite para o dia. GOSTARIA MUITO DE UM CONSELHO MUITO OBRIGADA,

    MARY…

  2. gabriele disse:

    Eu amei essas lindas eu quero quew vcs que entrarem nesse site e sai muito alegre

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Top